Contabilidade Ribeiro

Notícias

Descubra os segredos das equipes de alta performance

As equipes de alta performance são o desejo das empresas. Elas reúnem características peculiares e por isso se diferenciam das demais.

As equipes de alta performance são o desejo das empresas. Elas reúnem características peculiares e por isso se diferenciam das demais. O professor, mestre em Gestão Internacional e diretor de investimento da Prime Par & Investiments, Lincoln Carrenho, define três qualidades principais desses times. A primeira é o engajamento, pois, para ele, toda ação conjunta nasce da capacidade de comprometimento e de autorresponsabilidade. “Quando membros de uma equipe estão dispostos e prontos para enfrentar problemas e discutir soluções, grande parte do esforço é minimizado em busca do resultado”, afirmou. A segunda é a visão empreendedora, que é a capacidade de sair “fora da caixa”, pensar grande e não se ater a velhas práticas e vícios, e a terceira é o foco em resultado. “As equipes que estão focadas no resultado não perdem tempo discutindo sobre assuntos que não vão levar ao resultado, não possuem rotinas que não vão levar ao resultado e estão totalmente focadas e direcionadas para gerar mais e mais resultados”, definiu Carrenho.

Como o empresário pode avaliar se a equipe é de alta performance? Para o mestre em Desenvolvimento Econômico e gerente de projetos da MadeiraMadeira, startup curitibana, Bruno Henrique de Oliveira, o primeiro passo é a existência de indicadores e metas claras. “Sem isso, não é possível medir os resultados da equipe. Equipes de alta performance são movidas a desafios”, analisou.

A construção

Há algumas práticas que podem contribuir para a construção de equipes de alta performance. Elas vão desde um bom processo seletivo, a imposição de desafios estimulantes diariamente e a capacitação dos colaboradores. “Ao passo que os desafios aumentam, as pessoas precisam de estímulos às suas capacidades e habilidades, treinar será sempre o melhor investimento”, pontua Carrenho. Os líderes também precisam ser transparentes com a equipe. “A clareza quanto à estratégia adotada, a promoção da troca de conhecimento entre os integrantes e a visão de crescimento profissional despertam o entusiasmo necessário na equipe”, destacou Oliveira.

E esse entusiasmo cresce com a adoção da meritocracia, considerada a base de qualquer empresa que busca resultados. “São as regras do jogo para uma equipe de alta performance. Quanto mais eu estimulo as equipes ao mérito de suas performances, mais eu avanço e faço com que meus resultados não fiquem parados”, disse Carrenho. Ele destacou, ainda, que é necessário estimular aqueles que estão engajados em performance maior do que os outros, porque, caso não haja esse estímulo, haverá equipes medianas na empresa. “O empresário precisa decidir se quer estimular e ver crescer pessoas de alta performance ou criar um time mediano por medo de criar e implementar uma meritocracia real dentro de sua empresa”, analisa. Para ajudar nesse processo, Oliveira aconselha que cada colaborador tenha suas responsabilidades e seu Plano de Desenvolvimento Individual (PDI), de forma que contribua para a performance do grupo.

Para ter equipes de alta performance em pequenas e médias empresas a dica é criar um ambiente nutritivo. “Seja através de uma comunicação estimulante, uma liderança inspiradora e um processo meritocrático as empresas precisam engajar profissionais de áreas agregadoras e múltiplas, muitas vezes, até mesmo fazendo a sinergia entre gerações”, aponta Carrenho. A cultura de resultado gerada por meio de um pensamento único, focado e complementar faz com que as pessoas foquem em uma visão de longo prazo e isso faz com que os resultados sejam cada vez mais assertivos e cresçam na medida do desenvolvimento da equipe.

Entraves para não alcançar a alta performance

Líderes fracos: Equipes fortes nascem de líderes fortes, comprometidos e focados em resultado.

Estratégia de negócio: Se a empresa não possui planejamento e estratégia que direciona o negócio, a equipe, mesmo que constituída de pessoas de qualidades, não alcançará alta performance, pois estará mal direcionada, sem objetivos claros e metas desestimuladoras, dependendo única e exclusivamente da visão individual.

Estímulo: Não existe almoço grátis. As pessoas querem ser recompensadas por suas ações e resultados. Se a empresa não o fizer, perderá a capacidade de reter o talento que possui em seu quadro e a equipe que poderia ser de alta performance rapidamente se tornará uma equipe mediana ou pior, uma equipe sem resultados e desmotivada.

Práticas para alta performance

Estimular a comunicação assertiva: Para evitar retrabalho, a comunicação entre todos os envolvidos precisa estar alinhada.

Antecipação: Os colaboradores devem ter a capacidade de olhar “a frente” e agir, sempre que possível, de forma preventiva. O gerenciamento de riscos evita situações futuras difíceis, que possam comprometer o desempenho coletivo.

Gestão do conhecimento: Aprender constantemente e gerenciar tais aprendizados. Todas as etapas e processos de trabalho envolvem aprender e multiplicar, em prol da construção de um know-how coletivo: ou seja, ninguém, isoladamente, sabe mais do que todos juntos.

Últimas Notícias

  • Empresariais
  • Técnicas
  • Estaduais
  • Artigos

Boletim Contabilidade Ribeiro

Agenda Tributária

Período: Janeiro/2020
D S T Q Q S S
   01020304
05060708091011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Cotação Dólar